sábado, 12 de julho de 2014

Correio da Lola - "Encontrei umas páginas do diário do meu marido... e... e... estou tão, tão, tão, preocupada..."


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas




Dedicado ao Divino Marquês, cujo bicentenário da morte se celebra este ano




Querida Lola:


Tenho andado tão preocupada com a crise no BES, sempre que meto os meus três filhos na cama, só penso que vem aí um novo BPN, e que os amigos do Sr. Presidente da República voltaram a atacar, mas o pior é que o meu marido está a vir cada vez mais tarde para casa, diz que está a encerrar alguns "dossiers" do Rio Monte, mas ontem fui à secretária dele, e encontrei uns papéis tão estranhos, querida, estou tão chocada, nem percebo metade do que lá está escrito, mas o meu marido... Eu vou enviar-lhe algumas páginas... precisava do seu apoio,  sei lá, querida, acha que estarei casada com um desconhecido, sem saber?... Diz assim, "Primeiro Dia - Sugiro: 1.º: Vamos fumar o resto da ganza que guardei pra ambos, e depois vamos à "dispensa" e eu entro já em modo de "slave", toda só de "jockstraps" ou como tu me quiseres, meu machão, que tu é que mandas neste meu corpo escravo, e eu fico de joelhos, a lamber-te as solas dos ténis ou dos sapatos, tu é que escolhes... Depois, enfio a "gasmask" e tu vais-me dando o charro pelo filtro da ponta da "gasmask")... É que eu, ao respirar pela "gasmask", fico logo mocado, com os neurónios grelhados e a coninha a pingar... e quando eu tirar a "gasmask", tu podes logo dar-me umas chapadas valentes na tromba e pores-me a chupar-te os mamilos, como uma cadelinha esfomeada de leite de macho... 2.º: Levas-me para cima da outra cama (no quarto ao lado) que é toda de ferro... e aí eu já vou ter tudo preparado, uma corda em cada ponta das pernas da cama, e umas algemas pra tu me prenderes toda... E em cima da colchão já vão estar também uns almofadões, que me permitem ficar de quatro, na "posição da rapariga", como dizem os brasileiros; portanto, depois, já sabes, acho que depois de me amarrares toda me podes ir logo ao cu, à bruta, a frio e a seco... E até tenho uma sugestão: quando quiseres aumentar a dose do "spank", meu machão, tu enfias-me a "gasmask", já toda preparada, para quando sairmos da dispensa, para eu ter já lá tudo cheio de "poppers"... Depois, é só enfiá-la na cabeça... já sabes, esperar uns segundos, pra começar a fazer efeito... e ir dando mais... sei lá, queres que ponha logo à mão gengibre, já descascado, pra o enfiares todo no meu cu, e eu ficar a ganir com as dores da peida a arder?... Queres que traga o frasquinho do piripiri, para me lubrificares as bordas, antes de o enterrares todo?... Ótimo, eu sei que queres... e também vou por a cadeira no quarto... e, se quiseres, também "snifas" "poppers", quando eu te estiver a lamber o cuzinho todo... E já sabes: podes peidar-te à vontade... olá... olá, peidares-te... e tudo o mais que quiseres!!!... Creio que em princípio dá já para amanhã... Eu posso até às 20h... em segurança... e, se tocarem à campainha, que se foda, nem... nem ligamos, e até gritamos mais, para fazer escândalo, para os vizinhos saberem que estou na tortura, a ser humilhada como uma cadela... aliás, tu sabes que eu fico doida com privação dos sentidos, também... vou buscar os tampões de pôr nos ouvidos... claro, se tu quiseres, pra me concentrar melhor no "spank", apenas, tu pões-me também uma venda nos olhos... os tampões nos ouvidos... uma bola gigante na boca, para eu não poder pedir para parares... e... e a "gasmask" com "poppers", "crak" e coca... Vou ver se consigo arranjar aquela droga canibal, que corrompe até aos ossos, para me foderes como uma chaga viva.!... Aí, fico mesmo centrado só no "spank"... Posso por à mão umas calças de ganga pra, quando quiseres usar de força bruta (a TUA, só TUA, não a de mais ninguém...), dares mais à vontade na fase final.... quando quiseres, é só me mandares vestir as calças e amarrares-me... queres?... Depois, podes deitar óleo a ferver nas calças, para eu ficar com as nádegas e as bordas do cu todas queimadas... Se quiseres, pode depois arrancar-me os jeans à bruta, pode ser que já venha pele agarrada... Quanto ao "fist" final quero estar completamente amarrado, e talvez mumificado com tesa filme da forte, para não me poder mexer, mas antes nós podemos só fazer o "fist" comigo solto... assim não há maçadas, e não tens de andar com as minhas banhas gordas ao colo... Já sabes que só quero servir-te, e quero tudo ligado, bem apertado, mas já no "spank"... Tão bom... logo depois de a mão entrar normalmente, tu fazes-me "fist punch": entrar e meter o punho muito depressa... e com a mão cada vez mais fechada, como se estivesses a esmurrar uma porca...  gostas? ou preferes outra cena?...  ideias?... Adorava fazer isso com vidro moído, mas depois pode ficar infetado, ah, já agora, curtia que fizesses de mim uma verdadeira puta. Puta?... muito abaixo disso!... e me tratasses como tal... Já tenho coleira e a trela... Queres que seja eu a pôr a coleira com a minha mão?... E o açaimo?... Eu sei que tu queres... Tu queres tudo que faça de mim a tua porca submissa, a asquerosa, a nojenta, o teu escarrador humano!... Ótimo... e vou pôr o "Dick Rambone" à mão, mais o creme branco, aquele que costumamos aplicar primeiro, e depois vamos ao creme liquido, que é o melhor, já sabes, quando a mão inteira já estiver toda enterrada. Depois de entrar a mão completa é sempre o mais indicado... E vou pôr um plástico enorme a cobrir o chão todo, para poderes estar à vontade, e eu não ouvir as bocas da mulher a dias, eh, eh, eh, a perguntar-me se tenho pombos a cagar dentro de casa, eh, eh, eh... Outra sugestão: já sabes que podes tossir, cuspir e escarrar à vontade.... até, se quiseres, ponho uma cerveja fresca no quarto, pra tu ires bebendo e cuspindo pró meu focinho... ou então enfiares-me a garrafa fria toda pelo cu acima, e depois obrigares-me a lamber o gargalo, para ela ficar outra vez bem limpinha... Para o "fist", talvez convenha mesmo estar novamente de 4, em cima da cama... Aí, se te apetecer, pões as cordas, bem amarradas, até ficar negro... se não, já sabes que as algemas paralisam metade do corpo... e quando quiseres, ou quando sentires que eu estou a começar a ficar resistente, enfias-me novamente a "gasmask", com "poppers", que eu vou enfiar quatro pastilhas de "ecstasy", para ficar com os colhões rijos e arrepiados. Depois, já sabes... passados uns segundos, master, é como se tu me tivesses ligado o turbo... podes ir mais fundo... sempre mais fundo, eu curtia mas era chegar até ao teu cotovelo... e tentar as tuas DUAS mãos... ou a tua mão grossa, mais o "dick rambone"... Outra sugestão: se estiveres à rasquinha para mijar, mandas-me pra banheira e mijas pra cara e pró corpo... Se eu já estiver com feridas, de preferência para cima das feridas, para eu sentir tudo. Como eu depois tenho que passar por água pra te levar para a sala das torturas, já sabes que não há problema... Ah, não te esqueças de que o "punch" só pode ser feito depois de o cu estar bem lubrificado e aberto, a pingar... normalmente só aguento no final, pois a seguir o cu contrai de vez...  É a reação do organismo, para tentar que eu não fique todo rasgado. Mas eu adoro... e até posso mijar-me todo, de incontinência e desordem dos sentidos, quando fica muito, muito, muito forte... Para teres uma ideia do "punch", está no "X-Tube": http://www.xtube.com/watch.php?v=4RMEv-G347-#.U71Ir5RdVtV. Portanto, recapitulando, então, material, precisamos: - Cintos e chicotes; - Cordas e algemas; - Dildo - "Dick rambone" - Cadeira de "rimm - Gasmask" - Coleira e trela - Calças de ganga (e "jockstraps" já vestidas) - 2 cervejas - azeite ou óleo a ferver - funil (pra caso queiras, enfiares a cerveja, ou o óleo, no cu) - "poppers", coca, "crak" e ganza - gengibre - lubrificantes e luvas...   Certo? Achas que falta alguma coisa?... Eu acho que para este dia, não!... Ya cool... mas quero pedir-te uma outra coisa quanto ao dildo e ao "fist", aliás, quanto a tudo... eheheheheh, que é a seguinte: quando tu referes "enfiamos até te sentires ok", eu gostava que passasses um pouco esse nível... ou seja, sei lá, que mesmo que eu diga para parares, que tivesses "sangue-frio" e força para empurrares os limites, quer do dildo, quer da mão ou do "spank"... pois o corpo e o sistema nervoso dizem sempre para parar muito, muito, antes daquilo que podemos aguentar... :-) Eu dou-te um exemplo: nesse dildo, que acho que deve ter para aí uns 35 cm, eu já consigo enfiar naturalmente, e sozinho, uns 19 cm... mas com um pouco de "poppers", coca e "crak"... e... e... mais força... sobretudo, mais força, acho que consigo, na boa, os 25 cm... Se o forçares, quem sabe se não chega aos 27-28!!!... ou ainda mais!!!... Segundo Dia - Assim que chegares, a tua submissa já  vai ter o arsenal todo montado e vou estar à tua espera, de "jockstraps" encarnadas :-) Vais beber logo um litro de cerveja, para eu beber o teu mijo, uma ganza e pela primeira vez também vais "snifar" comigo cocaína por uma palhinha.  Se não quiseres "snifar", eu "snifo" as duas doses por ti, mas a cerveja e a ganza tens mesmo de meter para dentro. Depois vamos à sessão combinada. Vou "snifar" "poppers" e "crak" através da "gasmask", que já enchi de bocados de algodão encharcados em "poppers" e tu, meu master, vais cuspir-me o fumo da ganza pelo tubo e tapá-lo a seguir, para eu ficar sem ar, a sufocar só com os fumos e os vapores!... E vou guardar uma surpresa, por que vais enfiar o "Dick Rambone", e vais sentir que aquilo já vai estar a bater em qualquer coisa... E vais-me obrigar a pôr de cócoras, na posição da galinha mijona, e vais-me obrigar a cagar o que eu tenho lá dentro, e ainda te vou surpreender, porque muito antes de o meu senhor chegar já eu tinha enfiadas na peida três bolas de "snooker", que vão sair duchadas de diarreia, por que eu tomei vinte laxantes para me sentir ainda mais porca e humilhada, perante o meu dono!... E para veres como sou uma bicha perversa, quando te fui buscar ao Metro, já as tinha a bater castanholas, dentro da peidola!... E vou depois apanhar com os 30 cm todos do "Dick Rambone", e vou gemer, ganir, uivar, para os vizinhos ouvirem bem alto o tormento a que estou entregue, e vou ficar a escorrer muco e sangue, ao som de "ave, ave, Maria"... Gostaste, não gostaste?... A tua escrava está aqui, para te surpreender em tudo, e mostrar que há sempre um nível mais baixo de degradação, e que ainda me vais levar para as subcaves mais fundas, meu senhor... Na minha cloaca, o mangalho de qualquer africano, até o do Balotelli, só me faria, sei lá, apenas... cócegas... :-) Depois vou andar de coleira e trela e vais meter-me, bem grosso e descascado, o gengibre, para eu berrar com as dores!... Vais espancar-me, até eu não me aguentar, mas com cintos, com correntes, com todo o tipo de chicotes e tudo o que quiseres!... Quando eu ficar com o cu a arder em sangue, tu tiras-me o gengibre e fodes-me, como uma sabuja nojenta. E quero levar estalos, cuspidelas na cara e mais de 100 pontapés com os sapatos de sola, no focinho e nas nalgas!... Quero ter a peida toda a sangrar como um garrafão de tinto rachado!... Quero ficar toda negra, um hematoma de despiste do IC19, da cabeça aos pés!... Quero que sejam as melhores cenas e as mais duras de todas, para TU sentires orgulho na tua cachorra!... Vai mesmo ser a cena mais porca de todas :.), Para terminar, tu vais sentar-te na minha cadeira de "rimm" e eu vou lamber-te o olho do cu, enquanto tu te vais peidar e cagar-me a boca toda, com a tua diarreia, ou os teus cagalhões grossos, como quiseres, e eu vou lamber e devorar tudo. E depois vamos para a casa de banho, e vais enfiar-me a cabeça na sanita e vais mijar-me toda, e despejar o resto na sanita, e eu vou beber, por um tubo, a água com o mijo, lá no fundo. "Um pinochet", que é o nome que isso tem... Meu master, queria que me arrastasses pelos wcs de Lisboa todos, para me pores a fazer "pinochets" em todo o lado, com a preta da limpeza a ver!... Se olhares bem para o relógio, nós estivemos 3 horas nisto!!! ... E para a próxima ainda vai ser melhor, por que eu vou buscar a minha "valise", a minha mala de viagem, que nunca abri para ti, com os meus mais de 50 "dicks" de todos os tamanhos e feitios!... E penso que gostarás imenso da experiência... E vou convidar um angolano, bom como o milho, que te vai ajudar na tarefa de me escravizar e rebentar. Para ti, para lá de tudo o que te possa "transmitir" como experiência, o que te poderei transmitir, ao nível do prazer, será certamente memorável!... Imagina-me só, mas, desta vez, sem quaisquer limites!!!... Sem limites!!!... Talvez ambos não tenham força suficiente para me satisfazer... Eheheh... Porque eu sou desafiante: "mais, mais... só isso?!... não têm mais força????... Mas pensam que eu sou alguma sissy/princesa???...", e isto são duas páginas querida Lola... que posso eu, mãe de três filhos, fazer com isto?...




(Nome mantido sob anomimato, a pedido da aflita, Lisboa, Travessa do Possollo)




Querida anónima:

Como pode imaginar, depois do que escreveu, acho que não tenho resposta... Ou é alguém ligado à Santa Sé, que já está a aplicar o plano de reformas do Papa Francisquinho, ou é alguém, muito conhecido, do BES, ou da PT-Telecom... Isso cheira-me a alguém que já não se satisfaz com prémios, prendas e lucros milionários. Esperemos que não seja colega, no ISCTE, do Ferro Rodrigues, do Paulo Pedroso e do António Barreto. De qualquer maneira é emocionante o que me escreveu: já viu os nóbeis que o Saramago poderia ter tido, se, em vez de escrever merdas, tivesse preenchido diários dessa qualidade?... Uma coisa é certa, mas colateral: tente saber se o seu filho mais velho já folheou os cadernos secretos do pai... Se já folheou, prepare-se para, em vez de um, ter DOIS relatos desse género... Caso ainda esteja virgem de olhos, convença-o já a aderir ao plano de estudo no Interior, do Nuno Crato. Lá, ao menos, são mais modestos, e o máximo que fazem é à noite, depois das aulas, irem ao cu às ovelhas.

One Response so far.

  1. Pensar que isto é um texto neo-realista, muito ao gosto do iliteratos da turma do Arménio Carlos, por amor da santa, isto devia ser declamado, em tom shakespeariano, nos três dias da Festa do "Avante" :-)
    Razão tinha o Divino Marquês, quando provocou, e para sempre, todos os regimes do Mundo, com a sua escrita :-)

 
 

Blogger news

Blog Archive