segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Após o massacre da Praia do Meco, o sinistro ministro Nuno Crato impõe fim compulsivo das praxes

3 Responses so far.

  1. Essa de tentar satisfazer a Clara Pinto Correia é uma praxe que não se deseja nem ao pior inimigo: antes morrer afogado e drogado, como os gajos da Lusófona. Ao menos, nem souberam o que lhes aconteceu!...

  2. O despacho já está escrito, só falta enviá-lo para a "Lusófona": praxes, nessa "Universidade", terão doravante de passar todas por tentar sacar orgasmos à sua docente, Clara Pinto Correia, os quais serão fotografados, e organizados em exposições-venda, cujos fundos reverterão para instituições de caridade.
    É assim que age um bom ministro, é isto que Nuno Crato fará

  3. Altura certa para acabar com estas humilhações sado masoquistas aplicadas aos estudantes portugueses

 
 

Blogger news

Blog Archive