#Post Title #Post Title #Post Title #Post Title
quarta-feira, 16 de agosto de 2017

magnólia

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Escrevo-te duas linhas apenas, entre um livro e o feijão de debulhar. Sentávamo-nos no chão sobre uma manta às riscas e jogávamos à bisca e ao loto. As apostas eram feitas a feijão manteiga, catarino e encarnado, porque é feio apostar. Aposto que chego primeiro, aposto que te dou uma amona, aposto que amanhã faz sol, aposto que vamos ganhar. Inocente e amistoso esse tempo de agosto. O gelo a derreter nos copos de limonada, os quadrados de melancia na taça de barro e os dedos a escorrer o vermelho vivo do sumo. O mundo parava e nem os pés cresciam nas sandálias. Basta uma linha, duas são demais.
[ Read More ]
domingo, 13 de agosto de 2017

Perseides

[ Read More ]
sábado, 12 de agosto de 2017

Kunio Kobayashi (Shunkaen)

[ Read More ]
segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Lua

[ Read More ]
domingo, 6 de agosto de 2017

marcador

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas
uma flor chamada Boa Vista

Espalho os livros pelo chão. A escolha não é aleatória, fundamento-a nas saudades que tenho das personagens, das verdades e dos fingimentos. Depois cheiro-os, sinto-lhes o pulsar. Em agosto, apenas um para ler debaixo da buganvília em flor.
[ Read More ]
sábado, 5 de agosto de 2017

Ptolomeu III, Evergeta (246 - 221 A.C.)

[ Read More ]
segunda-feira, 31 de julho de 2017

Diário do fim da Geringonça - "The Braganza Mothers" avança em primeira mão: Cristiano Ronaldo, nu, desnudo, pelado, à poil & starck naked fica mesmo em prisão preventiva, por fraude fiscal e obstrução à Justiça. Mundo do (branqueamento de capitais) do Futebol em estado de choque (nota: se acertarmos, acertamos, se errarmos, tanto pior, é por que a realidade continua a tentar fugir de si mesma, que pena que nós temos da realidade...)

[ Read More ]

Jeanne Moreau (1928-2017)

[ Read More ]
domingo, 30 de julho de 2017

dois peixes

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Partem em viagem. Levam as escamas, as barbatanas, os olhos de peixe. Precisam de água, sal, profundidade, superfície. Quase nada.
[ Read More ]
domingo, 23 de julho de 2017

domingo-peixe

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

És lento, disse o peixe-aranha. Demasiado pequeno, troçou o peixe-palhaço. Foge da minha rota, ameaçou o peixe-agulha. Roubo-te os anéis, prometeu o peixe-espada. Não tenhas medo, segredou-lhe o peixe-anjo. O cavalinho não respondeu e foi pela maré baixa a cavalgar corais.
[ Read More ]
sexta-feira, 21 de julho de 2017

20 de julho, o Homem na Lua

[ Read More ]
quinta-feira, 20 de julho de 2017

Diário do fim da Geringonça - Não, nem tudo é mau no clima do fim da "Geringonça". Desta vez, o cacique local das antiguidades egípcias, Hawass, anuncia que a descoberta do túmulo de Ankhesanamun, uma menor egípcia, (nem as ciganitas casam tão cedo, tadinha...), obrigada a cometer incesto e a acasalar com o seu irmão, Tutankhamon, está para breve. Prazos?... Não se sabe, mas supõe-se que seja depois de a Constança Urbano de Sousa ser demitida

[ Read More ]

Diário do fim da Geringonça - Aumento de casos de "Baleia Azul" foi considerado sazonal, e é índice do bom clima económico da "Economia" Portuguesa

[ Read More ]
quarta-feira, 19 de julho de 2017

Diário do fim da Geringonça - Não, a Grande Nação Monhé não impôs a Lei da Rolha. A Grande Nação Monhé apenas recorda que 2017 é o Centenário da grande revolução de 1917, que levou ao mundo inteiro, contra fascistas e sociais fascistas, as mais amplas liberdades democráticas, e que os bombeiros devem doravante ter muito respeitinho com as comemorações do Centenário, e, mesmo que não percebam o Centenário, devem, pelo menos, respeitá-lo, assim como respeitaram a santificação da Jacinta, em Fátima, e devem comunicar ao Comité Central cada labareda, fogo ou fumaça que vejam, a qual será severamente analisada pelo Politburo, para se perceber se é mesmo um incêndio, ou só mais uma manobra das forças reacionárias, que apenas aguardam um momento de desatenção das massas, para imporem a sua cobarde mecânica contra revolucionária. E mesmo que o Politburo determine que há um fogo na Grande Nação Monhé, deve o fogo ser primeiro comunicado, por escrito, à Constança Urbano de Sousa, filha do Alfredo de Sousa, e agente involuntária da máquina de fazer euros do SIRESP, para a Constança Urbano de Sousa ter tempo de se deslocar ao lugar do fogo reacionário, e chorar, e relembrar que, na Grande Nação Monhé, a expressões "mortos" deve, doravante, e até acabarem as comemorações do Centenário, ser substituída por "sucedâneos", a saber, a bem da nação, que se deve falar de "vivos e sucedâneos", e não de vivos e mortos, no rescaldo de cada fogo, e que as televisões não podem fazer captações de planos acima da cintura, estando expressamente proibidas panorâmicas de telhados a arder. Caso o Professora Marcelo Rebelo de Fátima se apresente, para fazer mais uma "selfie", a "selfie" deve ser devidamente acompanhada pelas forças de segurança, que devem zelar para que seja a mais breve possível, e que o gajo base depressissimamente da zona. Pela ordem da passagem no alinhamento dos telejornais, quaisquer notícias associadas a fogos reacionários deverão passar pela seguinte sequência: Gémeos do Cristiano Ronaldo, gravidez da Georgina, Golos dos Sub-21, Melhoria dos resultados dos exames de Matemática do 9.ª ano, os esforços para encontrar o gajo que anda há 20 horas perdido na Barragem do Lindoso, as galdérias que fugiram de casa, na Moita, à procura de macho descartável, 5 segundos de imagens preparadas dos fogos reacionários, e as opiniões sobre os fogos reacionários, pela voz das Manas Mortágua ou afins, pelo menos, antes de elas partirem para a sua disco saison das discotecas do Algarve. Ah, sim, e, obviamente, a puta que vos pariu

[ Read More ]

Diário do fim da Geringonça - As perninhas do Pawel Poljanski estão assim, depois de duas semanas de Volta à França, e de meses de "dopping". Como uma imagem vale mais do que mil palavras, as perninhas do Pawel Poljanski são um sério convite ao Desporto, leia-se "dopping", e devem ser exemplo para os mais novos, já que as perninhas do Pawel Poljanski até parecem as perninhas de septuagenário Cristiano Ronaldo, e puseram muita gente a sonhar. Muita gente que sonha, como a Constança Urbano de Sousa, que diz que tem as perninhas dela neste estado, depois de andar, há um mês, a chorar, ajoelhada, noite fora, pelos 64 mortos, e mais aquele que aí vem, que foi levado para España para um transplante de pele, para evitar que morra já, e só morra discretamente durante o mês de agosto, quando os mirones portugueses da TVI e da CMTV estiverem todos nas praias suburbanas e easyjet do ALLgarve, a comer hambúrgueres por preços que nem na Europa civilizada, e não derem pela morte, que vai tornar a Constança Urbano de Sousa em madrinha, não de 64, mas de 65 mortos, do Pedrógão Grande. E eu sei por que estão a perguntar por que é que ela ainda não se demitiu, e nós, Braganza Mothers, respondemos: a Constança Urbano de Sousa ainda não se demitiu, por que acha que uma ministra, que chora todas as noites, ajoelhada, pelos mortos e desfigurados do Pedrógão, vale mais do que uma ex ministra que chorasse todas as noites, ajoelhada até ao fim dos seus dias, ao ponto de ficar com as perninhas no mesmo estado das perninhas do Pawel Poljanski, ao chorar todas as noites pelos mortos e desfigurados de que foi madrinha. E a Constança Urbano de Sousa até é capaz de ter razão, mas só o tempo e as lágrimas o dirão. Quanto ao resto, tá-se bem...

[ Read More ]
segunda-feira, 17 de julho de 2017

Pedrógão, 17 de junho - 17 de julho de 2017: Remember, Constança Urbano de Sousa :-(

[ Read More ]
domingo, 16 de julho de 2017

aproximação, afastamento

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

flor da curcuma, grande plano


Lá fora, o castanheiro carregado de pequenos e verdes ouriços. Cá dentro, as janelas abertas, a corrente de ar, o pó a cobrir os móveis e o chão. Podem entrar os pássaros, as osgas não. 
Na certeza de que o outono começa a crescer agora, guardamos a canícula, o vento sul, o cheiro a maresia, a areia presa nas sandálias, o livro aberto na página quarenta. Porque temos ainda tanto verão.
[ Read More ]
sábado, 15 de julho de 2017

Diário do fim da Geringonça - Do alto dos seus 87 anos, Francisco Gentil Martins disse o que toda a gente pensa sobre os 30 anos mal vividos do Cristiano Ronaldo, um "estupor moral", com educação deficiente, dada pela Dona Dolores Aveiro, e avisa para o fenómeno generalizado da paneleirice do Chiado, "um desvio da personalidade (e da coluna...), como os sadomasoquistas ou as pessoas que se mutilam", do gang da "Baleia Azul", e avisa que o Chiado se pode estender ao país inteiro, e que, se o Cristiano Ronaldo, aos 30, já está naquele estado decadente, ainda poderá vir a estar num estado ainda muito pior, quando chegar aos 87, do Gentil Martins, e o Gentil Martins, por sua vez, já estiver, nessa altura, com 134, o que só faz pensar e temer o pior, a passar por um percurso intermédio terrível, e relembra o vício da Senhora de Mota Amaral, que também pode chegar aos 80 completamente virgem de mulheres, e tudo isto só espelha o presente horror moral de Portugal, com os futebolistas todos a deitarem gotas de pipeta nas trompas de meninas descompensadas e pagas do Yucatán, e os outros, casados, não futebolistas, e pais de três filhos, que são os piores, sim, por que, enquanto o Ronaldo assume, na boa, que anda a pagar a riqueñas para emprenharem das babas dele, os outros não assumem coisíssima nenhuma, e os Brunos, e os Valteres e os Pedros deste mundo andam todos a usar também descaradamente a legítima como barriga de aluguer deles, quando, na verdade, o que eles andam é entretidos a entregar o corpo à devassidão e aos vícios dos amigos, e só depois deus e a santa jacinta é que saberão quem é o pai dos filhos daquelas mães, daquelas Ritas, das Beatrizes e das Madalenas, quantas vezes concebidos no meio das fantasias do pai com GNRs de rabo verde, da Póvoa do Lanhoso, e isto é que é Portugal, isto, e só isto é que é o Portugal profundo, entre o NOS Alive e o Rock in Rio, e a nossa sorte foi que o Gentil Martins finalmente resolveu abrir a boca, e lançou um alerta bem alto, para os Portugueses acordarem, e verificarem que, afinal, estão cercados de fenómenos do entroncamento por todos os lados, e essa é que é essa!...

[ Read More ]