#Post Title #Post Title #Post Title #Post Title
segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Exclusivo "The Braganza Mothers": primeiras imagens de tomada de posse de João Galamba, o doutorando do "filho do outro", como Secretário de Estado da Energia... Negativa :-)

[ Read More ]
sábado, 13 de outubro de 2018

Nas tardes dos frutos sextos e bissextos

[ Read More ]
sexta-feira, 12 de outubro de 2018

The Special One… percent, Cristiano Ronaldo, diz que não dá nem mais um tostão à Kathryn Mayorga, para ela se calar sobre a violação anal (anal rape) -- ai, meninos, dá deus cona a quem tem nozes!... --, e achamos que ele faz muito bem, por que isso dos “Tostões” é do tempo da miséria do Bairro de Santo António, em que a Dolores andava de porta em porta, a tentar juntar vinte escudos, para pagar mais um vidro das vizinhas, que o filho, burro como as casas, e mentiroso, tinha partido com as boladas obsessivas dele. Dizia a Dolores, “não lhe perguntem nada, por que ele vai sempre negar, e dizer sempre que foi um outro, minha senhora, isto é uma grande infelicidade, eu prefiro pagar já, por que não quero mais vergonhas neste bairro, o meu Dinis já está caído ali na esquina, perdidinho de bêbedo, o álcool já era a nossa desgraça, e agora veio mais este filho, tanto sofrimento… olhe lá, quanto foi o vidro?... Tome lá, por amor de deus… Prometo que ele não volta a partir… pelo menos, esta semana…”, e lá ia a Dolores, coitada, nem ela sabia que um dia ia ter de fazer uma corrente na “Intermete”, para defender o seu filho mentiroso, #ronaldoestamoscontigoatéaofim, até já mandou um email à mãe do Renato Seabra, para saber como é que estas coisas se fazem, para não correr mal desta vez, e não é só a Dolores que está com ele, e a torcer por ele, por que também nós, “The Braganza Mothers”, estamos agora também com The Special One… percent, e #estamoscomocristianoronaldoatéaofimassimcomoestivemosdesdeoinicioadesmontarafarsa, sobretudo agora, que o fim chegou. E quanto à Kathryn Mayorga, avisamos já que ela não é de aceitar “tostões”, prefere cash e em dólar forte, e tanto pode pagar ele, como o primo, se ele for porco suficiente para acusar o primo do abuso anal, que ele é menino para isso e para muito mais, e já sabemos que a Kathryn até está aberta a um acordo mais amplo com The Special One… percent, que é aceitar ser a Dolores Aveiro a pagar pelo filho mentiroso, nem que o guito saia do bolso dela, ou seja, que tenha de meter no prego os dentes que o filho lhe mandou compor em tempos, numa loja de ferragens do Funchal 😊



Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas



#ronaldoestamoscontigoatéaofim: "Apesar do ar de rufia que o cabelo meio comprido, a roupa suja e os dentes tortos lhe davam, Cristiano Ronaldo não era maldoso. Só tinha mau feitio. A sua alcunha era Menino Chorão pelas birras que fazia sempre que perdia um jogo no Andorinha, onde o pai tinha posto uma cunha para ele jogar. O treinador, Francisco Afonso, conta à SÁBADO que as fitas no balneário eram tão grandes que até lhe pediu para não aparecer mais no estádio nos dias dos jogos com o Marítimo – onde a derrota por uma goleada era certa.

Na Rua Quinta do Falcão, a sua fama não era melhor. Os vizinhos odiavam os pais de Ronaldo, que permitiam que ele passasse as noites a dar pontapés numa bola contra as paredes ou a partir os vidros das suas casas. Depois fugia e dizia sempre que tinha sido outro miúdo. A mãe nem queria ouvir falar em ter de assumir essas despesas. "As pessoas não ficavam nada satisfeitas. "Ele estava sempre a incomodar", conta [...] Joel Santos, dono de um bar que ficava a 50 metros da antiga casa da família Aveiro".
[ Read More ]
quinta-feira, 11 de outubro de 2018

"The Braganza Mothers" apoia Paulo Dentinho e o excelente texto sobre as putas do Futebol, que redigiu, por que há os botas de ouro de primeira, os botas de ouro de segunda categoria, os botas de ouro de terceira categoria, etc. Depende do estatuto deles, mas, sobretudo, do estatuto de quem os inventou. Questão de perspetiva... Um “não” de uma puta – e as putas também têm direito a dizer “não" às putas de bota de ouro – vale nada, nada, nadinha de nada. Um bota de ouro é uma mercadoria. E se a puta tiver auréola de herói nacional, é puta de certeza, no mínimo dos mínimos, um aproveitador sem escrúpulo algum, logo, uma valente puta!... Os factos... mas quem é que se importa com os factos, carago, que se fodam os factos!... Estava mesmo a pedi-las, e foi o que foi. Felizmente não é a mamã, a Dolores Aveiro, a filhota, ou o filhote das barrigas de aluguer de alguém. Por que, nesta justiça das filhas, será sempre um filho da puta, uma puta filha de ninguém...



Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas


Tudo o que ela sentiu foi um hacker que lhe entrou pelo modem e simulou as sensações. Feridas feitas pela realidade virtual, com o ADN do primo, que o tinha posto na ponta da picha, só para incriminar a melhor bota de ouro de sempre.  The special one... percent não participou, e ficou só a ver :-)
[ Read More ]
quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Cristiano Ronaldo está em Lisboa, com a sua boca da servidão, Georgina, e veio encontrar-se com os seus caríssimos advogados, para largar o guito e forjar a nova versão, Carlos Cruz, da violação anal da Kathryn Mayorga: afinal, assim como o Carlos Cruz tinha um sósia, que punha os órfãos da Casa Pia a snifar coca, antes de os vestir de toureirinhos à antiga portuguesa e os enrabar depois, nos bastidores do Teatro Vasco Santana , também The Special One... percent... tinha um sósia, o primo, que a tem grande e grossa, a viajar incógnito, sempre no meio dos amigos. E era tão sósia, tão sósia, e tão primo que até o ADN nas feridas traseiras da violação da Kathryn Mayorga era igual ao ADN do The Special One... percent original. Estes sósias é que são bons e caros, e não são sósias para todos, são sósias só para quem tem primos e cunhados, e para quem phode... perdão, para quem pode. Corja :-)

[ Read More ]
segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Divulgado o acordo para Kathryn Mayorga ficar calada sobre as feridas anais provocadas pelas investidas do Special One... percent, Cristiano Ronaldo. O acordo, lido ao contrário, é uma confissão, assinada pelo próprio One Percent. Pois, se foi assim que ele o quis, que assim seja... :-)



Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas





  1. A senhora P. deve ser totalmente responsável por todas e quaisquer dívidas.
  2. O processo de resolução deve ser pago dentro de sete dias consecutivos depois de (a) a senhora. P. dar o processo resolução final executado e (b) o advogado dela dar instruções completas de pagamento, incluindo um formulário W-9 à firma de advogados dela.
  3. As partes e conselheiros concordam com (a) confidencialidade em relação aos termos do acordo, discussões respeitantes ao acordo e discussões tidas durante a mediação, (b) um acordo de não divulgação dos alegados eventos e eventos subsequentes, incluindo discussões com as autoridades e profissionais de saúde (e documentação que tenha resultado das mesmas); não obstante este cláusula de não divulgação, a senhora P. tem permissão para divulgar os alegados eventos aos prestadores de cuidados dela desde que não divulgue a identidade do senhor D., direta ou indiretamente.
  4. As partes também concordam que no caso de divulgação dos alegados eventos a terceiros fora do controlo da senhora P, ela não será responsabilizada por quaisquer danos sofridos pelo Sr. D. desde que (a) ela não seja responsável pela divulgação, (b) até sete dias após a assinatura do acordo, ela aconselhe esses terceiros que saibam dos alegados acontecimentos e estivessem a par da identidade do senhor D. a não revelarem esse conhecimento (c) se questionada a propósito dessa revelação ela não desse resposta e se afastasse (se questionado pessoalmente) ou desligasse (se questionada por telefone)
  5. As partes concordam numa não-depreciação mútua entre eles.
  6. A senhora P. deve retirar quaisquer acusações criminais contra o senhor D., mas as partes reconhecem que a senhora P. não tem qualquer controlo das ações policiais.
  7. As partes abaixo assinadas acordaram resolver a disputa acima indicada por um total de trezentos e setenta e cinco mil dólares americanos como resultado de uma mediação. Documentos de acordo oficiais, consistentes com esta memoração, vão ser elaborados assim que for possível. Cada parte vão acartar com os seus custos e despesas judiciais. O seguinte descreve o acordo:
  8. A senhora P concorda em entregar ao senhor D os primeiros nomes de qualquer pessoa a quem tenha contado (a) a sua alegação de violação (b) a identidade do senhor D. Ela também concorda em fornecer ao seu advogado, quando fornecer o acordo final executado na data de hoje, uma lista dessas mesmas pessoas com os seus nomes e apelidos, para uso no caso de uma reivindicação de uma divulgação não permitida posteriormente.
  9. O senhor D concorda que no caso de o teste de doenças sexualmente transmissíveis da senhora P, até 14 de junho de 2010, der positivo e for notificado disso, deverá, em 30 dias, fornecer à senhora P um exame médico para DST obtido depois de 12 de janeiro de 2010.
  10. As partes acordam que a senhora P vai escrever uma carta para o senhor D (que não esteve presente em pessoa na mediação) que deverá, como condição para o acordo, ser lida ao mesmo pelo seu advogado português, o senhor Osório de Castro, que deverá depois garantir à senhora P que a mesma carta foi, de facto, lida ao senhor D. A carta deverá ser entregue ao advogado ao mesmo tempo que a senhora P lhe entregar uma cópia do acordo final; e a carta deve ser lida ao senhor D num prazo de duas semanas a partir do momento em que o senhor Osório de Castro a receber; e a comunicação dela para o senhor D deve ser feita à senhora P imediatamente depois da sua ocorrência.
  11. Ao mesmo tempo que a senhora P entrega ao senhor D uma cópia do acordo final, ela deverá também entregar o certificado de que destruiu ou eliminou permanentemente qualquer acordo e outros materiais eletrónicos ou escritos gerados ou recebidos como resultado dos alegados eventos, exceto para revelar a provedores de cuidados de saúde, numa base de necessidade de conhecimento, informações relativas à sua condição e lesões, mas sem nunca divulgar a identidade do Senhor D.
[ Read More ]
quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Brasil





Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas






Há os povos da boa fama e os povos da fama duvidosa. Se esquece o lugar dos últimos, pela força do seu mau exemplo. No lado inverso, se aumentou o povo alegre brasileiro. Em cidades e florestas de um mar enorme, não morre ele de fome, nem de tristeza. E quando lhe fadam um pé descalço, logo veste a face do seu melhor sorriso.

Diz-se dos brasileiros enganarem dias maus a cantar, e em dança vencerem quaisquer restantes. O seu sotaque é verde, e a voz pintada de amarelo. Por ali existe um país tisnado de sorrisos, a dominar os enormes hemisférios. Pois assim se fez a imagem de um vasto festival de cores.

O brasileiro singra agora um mau momento. Como em Goya, e deitado no divã da sua análise, reviu os monstros todos da Razão adormecida. Ao reabrir os olhos, se multiplicaram bocas estridentes de frases fáceis. E em todas elas sempre as crónicas encontraram guerra extensa. Pois nunca a pobreza ditou conselhos de boa política, mas tão-só as palavras divisoras das gentes.

No fechar da semana, terminará a psicanálise deste voto brasileiro. Dela se viu ter sido penosa, e mostrado ao mundo um espanto de inquietação. Nela, mais se não pressentiu do que o Brasil inteiro, a duvidar das nações felizes.

Domingo, haverá os brasileiros quebrados de um grande mal, e também haverá os brasileiros órfãos dos males maiores. E só nesse tempo se poderão contabilizar as horas tantas perdidas. Porquanto diz a História ser rápida a morte dos tiranos, enquanto é longo o luto dos seus seguidores.

Mero navegador do Tempo, relembro de Oscar Wilde o dizer das boas reputações, que só quando deveras perdidas, recebem o seu devido valor. Ora devem as vozes civilizadas desejar um exemplo de fama generosa ao povo irmão. Pois não haverá harmonia nas restantes gentes, antes de que os brasileiros enterrem as suas sombras, e regressem à serenidade simples do seu sol de sempre.




(Luís Alves da Costa, outubro de 2018)
[ Read More ]
quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Exclusivo “The Braganza Mothers”: primeiras imagens da violação anal (anal violation) de Kathryn Mayorga pelo CR7, o melhor do mundo (!) Cristiano Ronaldo, "The special one... ... percent :-)" ... Advogados de Kathryn Mayorga e “Der Spiegel” prometem tornar públicos mais documentos, incluindo gravações, fundos sonoros, e pequenos vídeos caseiros, que vão custar $100 000 000 US (cem milhões de dólares) de indemnização ao special one percent. Larissa Drohobyczer já disse que a sua cliente, apesar de muito fragilizada emocionalmente pela dor que estes dez anos de silêncio -- e $375 000 US a chegarem ao fim -- provocaram, está disposta a falar e a contar tudo aos #MeToo. Quer falar daquela noite na suite penthouse “Rose & Blue”, n.º 57306, do Palms Hotel-Casino, de Las Vegas. De como tudo começou no balcão do casino, à média luz, ele e os guarda costas, o cunhado e o primo, a dizerem a Mayorga que sendo ela gaja tão boa só poderia dar resposta. “o trabalho que tu tens não é de certeza o trabalho de uma menina boa, por que as meninas boas vão para o céu, e tu vens agora comigo para o quarto…”, e assim se fez. E depois de uma taça de champanhe (ela estava de dieta rigorosa) Kathryn olhou para Cristiano e disse “You have a beautiful smile but all your teeth are fake…”, e Ronaldo terá respondido “fake but expensive, dear, as everything in Las Vegas…” O resto já é público, e vocês todos sabem, a sms para vir a Jordan, muito mais platinada do que ela, e a subirem todos para a suite. Mayorga disse a Jordan que iam só fazer uma selfie no jacúzi, com vista para Las Vegas, mas voltavam logo para baixo. Não, ela não quis entrar vestida no jacúzi, apesar de ele lhe dizer que era isso que elas faziam todas nos filmes porno que via com o cunhado, e também que não lhe queria tocar 30 segundos na pichota (sting), nem dez que fossem, muito menos com o primo a ver, e que quando o primo saiu, ele voltou a atacar. Kathryn enrolou-se na cama, como uma bola, com os dedos muito agarradinhos à pussy, a gritar, “no, no, no”, para acordar o Pavlov escondido nele, e ver se o punha a salivar à vista do esférico, mas ele não queria bolas nem balizas, queria mesmo encostar, e quanto mais ela gritava “no, no, no” mais ele tentava meter-lhe a verga na cloaca, “the hard is the head, everything else is a little neck…”, disse. E foram dois segundos de perfeito horror, o tempo exato para ele ejacular (Cumming) nas mãos, e sete longos minutos para Kathryn voltar a ajeitar o cabelo e o vestido, fazer um big smile, olhar para o cunhado e primo e dizer “já está, podemos descer” (“Done”). “Foi uma desilusão, gritei para fingir que sentia, e ele só olhou para mim, com ar de cãozinho envergonhado, a dizer que era um bom rapaz, 99% de bom rapaz, exceto naquele 1% ("By this time, he's (...) on his knees. He says the 99 percent thing." He insisted, Mayorga says, that he was a "good guy" except for the "one percent.")

"Mayorga afirmou (ao #MeToo) que Cristiano Ronaldo a obrigou a praticar sexo anal num quarto de hotel em Las Vegas. A mulher, na altura com 25 anos, relata que disse várias vezes que "não", mas o jogador terá continuado. Nas suas declarações à revista alemã, a norte-americana recordou que o jogador ter-lhe-á perguntado se estava com dores para depois lhe dizer que "era um bom rapaz", com exceção "daquele um por cento".
[ Read More ]
segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Hoje é dia 1 de outubro, e a vossa Teresa Girona acordou deserta de ir fazer mais uma greve do Mário Nogueira, mas depois pensei melhor, e pensei assim, tenho os meus repetentes todos, aqueles rapagões lindos, de 18 e 19 anos à minha espera, se eu não os agarrar à escola, a Alexandra Leitão, a Miss Piggy da Educação, corre com eles todos para a noite, e eles na noite perdem-se todos, o melhor é meter mesmo a minha sainha justa e ir exercer pedagogia, já sei que não vou conseguir ensinar nada, mas pelo menos dou-lhes aquele carinho de que tanto precisam, e são tantos, saio de lá sempre exausta, letiva e não letiva, mas vou à mesma, o Mário Nogueira, se quer mesmo contabilizar os 9 anos, 4 meses e 2 anos, é só mandar uma sms ou um email para a bancada parlamentar do partido dele, o PCP, e eles votam todos contra o orçamento, que já se sabe que parece que não vai contemplar as lágrimas e suspiros desta vossa Teresa Girona, por que estas guerras ganham-se é dentro de casa, nos partidos que mandam no governo e não na rua, por que para a rua já nós fomos uma vez, foi lindo, eram 100 000 teresas gironas na avenida, no sobe que sobe, sobe a calçada, e veio de lá o Mário Nogueira, por detrás, e traiu a luta das 100 000 gironas todas, e tanto traiu que chegámos ao atual impasse. Deixa cá ver onde é que eu tenho o meu sutiã cai cai, para isto ir bem rijinho para a sala A2, que tenho os rapazes todos à minha espera, são tantos, e tão inquietos, vão-me fechar logo a porta e colocar um pé para eu a não poder abrir, o trabalho que é afastar aquelas mãos todas, dão-me cabo da base, fico com o "imbigo" todo cheio de dedadas de rimel, e já eu sei que vou gritar imenso, imenso, imenso, mas também já sei que depois me vou lembrar de que não devo gritar assim tanto, e nem devo estar para ali, a berrar mais, por que com esta falta que há de auxiliares, quanto mais eu gritar menos eles vêm, e eu vou mas é ficar caladinha, e aguentar aqueles 50 minutos todos no maior dos silêncios, "bouche bée", senão as minhas colegas não conseguem dar as aulinhas delas nas salas ao lado, só deus sabe se não estarão a passar por um tormento igual ao meu, mas todas caladas... Na verdade, com esta luta do Mário Nogueira, eu e as teresas gironas todas deste país já perdemos 9 meses e 1 dia na nossa progressão, 9 meses e 1 dia é muito, é uma gravidez e um desmancho, e a coisa não pariu nada, e, se isto continua, ainda perdemos um ano inteiro, um ano inteiro somado aos 2 anos, 9 meses e 18 dias que o grunho da educação nos quer dar, se eu os tivesse aceitado, já estava agora, em meados de janeiro, a mudar de escalão, e a ser mais velha, rica e milionária!... O Mário Nogueira que lute pela progressão dele, e se está mesmo doido, deserto, aguado, para ir substituir o Arménio Carlos, que está com os pés para a reforma, para ir ser eletricista chefe, com o nono ano, na Carris, o Mário Nogueira que vá à luta dele, mas não comigo, e não me use, por que os dias de greve saem-me todos do bolso, a mim, e não do bolso dele... Deixa cá ver, com o que poupei hoje já dá para comprar um estojo novo de maquilhage, que a professora deve ir sempre bem apresentada e sensual, para o faz de conta das suas aulas de repetentes do Reino de Afetos do Professor Marcelo. Kisses e bem hajam

[ Read More ]
domingo, 30 de setembro de 2018

amanhã

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas


As cores de outubro
[ Read More ]
sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Parece que vandalizaram um objeto "trash" de um tal de Bordalo II (?), e talvez tenham feito muito bem, por que compete aos artistas criarem os símbolos com que os vindouros sinalizarão os nossos espaços de identidade e cultura. Em contrapartida, não compete aos comissários políticos, como o Senhor Fernando Medina, nomear os “artistas” que vão criar os símbolos com que os vindouros sinalizarão os nossos espaços de identidade e cultura, por que o máximo que lhes concedemos, enquanto comissários políticos, e aos “artistas” a quem se esforçaram de conferir a tarefa de criar os símbolos com que queriam que os vindouros sinalizassem os nossos espaços de identidade e cultura, e a sua passagem política, é que apenas possam poluir a nossa atmosfera visual durante o tempo efémero que durar o seu breve comissariado político. Depois disso, devemos deixar as defesas naturais agir, e parece que foi isso que aconteceu, defronte da singela obra de património urbano de Pardal Monteiro, que os utentes há muito frequentam como estação de comboios de Cais Sodré. Parece que alguém tratou o lixo como lixo, e fizeram muito bom: estava ao nível da bandeira de croché, encomendada à Joana Vasconcelos, pelo ser penoso, Maria Cavaco Silva…

[ Read More ]
quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Veneza dá o mote, e quer restringir o consumo de álcool nas ruas, para evitar continuar a ser um local de despejo das sobras humanas da Easyjet, que lá vão tirar as drunk-selfies em cenário cultural, e convida Lisboa e todas as cidades vítimas do grande plano de Bilderberg para destruição do individual, da identidade local, da história, da ideia de passado e de cultura, a fazerem o mesmo. Contras as redes de tráfico humano a operar em plena força, em barcos de borracha no Mediterrâneo e em rotas de pé descalço, no espaço aéreo europeu :-\

[ Read More ]
quarta-feira, 26 de setembro de 2018

CARTEIROS CONTRA E-MAILS!

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Esta quinzena opto por escrever algumas reflexões.

1. Ronaldo, injustamente, não ganhou o prémio The Best, bem como o de melhor jogador da UEFA. Todas as estatísticas desmontam por completo qualquer outro vencedor, quando comparado com os resultados individuais de Cristiano. Alguém tem dúvidas que se ele estivesse no Real Madrid, no último jogo da Liga dos Campeões não teria sido expulso. E esta semana teria ganho o prémio The Best. Há uma mão invisível da federação espanhola e do Real Madrid na UEFA e FIFA, ou não?

2. Carteiros fazem greve contra a proliferação dos e-mails, esta piada não é minha, é sim uma piada contada nas redes sociais. Mas a verdade é que os taxistas fazem greve contra as plataformas. Eu até acho que os taxistas têm razão, mas a partir do momento em que cada televisão entrevista um taxista, há mais um consumidor/fã da Uber ou da Cabify. Deve existir regulação dos motoristas da Uber, como da Cabify? Sim! Aquela ideia romântica de serem trabalhadores “pés livres” parece-me muito utópica. Depois devem ter formação, devem pagar as mesmas taxas que os taxistas, mas mais que isso… Depois de andarmos num Táxi vs Uber, pensamos: “quem é mesmo que deve ter formação?” Para os taxistas exigirem do Estado, os consumidores também deveriam exigir do Estado para que este regule melhor os taxistas, em especial os do aeroporto de Lisboa e Porto. Então comecemos por regular melhor e inspecionar os táxis, também? Que tal regular e controlar a Antral?

3. Venezuela, preocupa-me a mim e a todos madeirenses. Finalmente, o Ministro dos Negócios Estrangeiros começa a agir. Resta aguardar.

4. Infarmed, tal como escrevi num artigo anterior, nunca mudaria de Lisboa, eis aqui o centralismo. Continuará em Lisboa e contínua o centralismo!

5. O macho latino na Península Ibérica morreu? Em março deste ano, em Espanha cinco homens, conhecidos como La Manada foram absolvidos de violar uma jovem de 18 anos, após a mesma ter tido sexo não consentido com o grupo de homens, estes foram presos mas por outro motivo que não a violação. Já em Portugal, uma mulher inconsciente foi violada por dois homens, e estes tiveram pena suspensa. Esta é a demonstração que o macho latino está de volta, seja em Portugal ou Espanha, utilizando qualquer tipo de “sedução”, pois a justiça ajudará!

6. Presidente da TAP… Pensei muito no que escrever sobre ele, mas antes de tudo, que os deputados se preparem bem para ele. Não se deixem ser chincalhados, por exemplo: só 30% das viagens é que são vendidas à população em geral daí a média ser tão baixa no preço das viagens. A questão deverá ser: quanto custa uma viagem nos 30% dos bilhetes que são vendidos ao público em geral? Outra questão: existindo pilotos, da própria empresa TAP, que defendem que é possível aterrar em segurança noutros limites de ventos e rajadas, qual é o estudo que a TAP possui que não permita tal? Já agora, outra pergunta: se 50% da TAP é pública, será que a TAP não deve responder ao Estado português quando não realiza de viagens para uma parte do seu território, que apesar de não ser serviço público, o seu acionista maioritário só pode estar descontente com a situação atual? Finalmente, a pergunta da praxe: será que se o outro partido ganhar as eleições na Madeira, existirá melhor tratamento por parte da TAP? Se abrirem o flanco, ele irá aterrar na pista sem dó e sem piedade.

7. Finalmente, muito me orgulha e deve orgulhar todos os madeirenses, que seja atribuído ao Dr. Alberto João Jardim o título de Doutoris Honoris Causa, pois foi ele o principal impulsionador da Universidade da Madeira. É mais que merecido!

Publicado no JM-Madeira

[ Read More ]

Pois, então, agora se percebe por que puseram uns patins à Joana Marques Vidal, por que as coisas grandes estavam mesmo para estoirar, foi agora o diretor da Polícia Judiciária Militar, e agora vem o... e o..., ah, desculpem, estão-me a fazer sinais ali ao fundo para me calar, e eu calo-me, vou-me mesmo calar, tá, mas quero ainda dizer que só tenho pena de que tenham postos uns patins à Joana Marquês Vidal, neste exato momento em que aí vem um dos maiores fogos de artifício de sempre do império decadente do Poucochinho Monhé, António Costa :-))

[ Read More ]
terça-feira, 25 de setembro de 2018

Quentíssima lua cheia de um outono na forma de verão indiano

[ Read More ]
segunda-feira, 24 de setembro de 2018

A merda continua: os pais dos assassinos do Daesh, Edgar e Celso Costa, que Satã já levou para junto de si, e esperamos que de morte penosa, querem que as quatro fêmeas (duas para cada um!...) mais uma do criminoso de guerra Sadjo Turé, e as crias, mais do que dez, venham para Portugal, para os contribuintes portugueses, entre os quais nós e todos vocês, os sustentarem. Nós propomos uma solução muito mais rápida e barata, que é a que o pai dos celerados Celso e Edgar Costa seja posto fora daqui, e lhe seja pago um bilhete de ida, sem volta, para se ir juntar a essa família, da qual tantas saudades tem. "Não te esqueças de que podes fugir, mas não te podes esconder"... Que vá, que saudades cá não deixa, puta que o pariu!...

"O pai dos irmãos Costa (Celso e Edgar) tem feito contactos junto a várias entidades nacionais e internacionais para que ajudem a trazer as quatro noras (os irmãos Costa tinham duas mulheres cada um).

Celso e Edgar partiram de Massamá, Sintra, e fazem parte da designada "célula de Leyton", zona inglesa onde se radicalizaram e de onde partiram para o califado em 2013.

No autoproclamado estado islâmico tinham um papel destacado e chegaram a protagonizar vídeos de propaganda. As quatro mulheres e as crianças estão no campo de refugiados de Roj e Ain Issa, na Síria, numa zona controlada pelos curdos.

Os campos estão sob gestão da Cruz Vermelha e será também através desta organização internacional que o pai dos irmãos Costa tem feito os seus apelos. Com elas estará também a mulher de Sadjo Turé, outro da "célula de Leyton", cuja morte foi anunciada pelo DN em 2015.

As cinco mulheres têm ao todo cerca de uma dezena de crianças, a maior parte nascidos no califado, mas alguns ainda nascidos em Portugal e no Reino Unido".
[ Read More ]
domingo, 23 de setembro de 2018

equinócio

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas
Apenas um vento fresco ao entardecer.
[ Read More ]
sábado, 22 de setembro de 2018

Censuraram o Mappletorpe, em Serralves, e o João Ribas é óbvio que se demitiu. Onde é que nós já vimos isto?...

[ Read More ]
sexta-feira, 21 de setembro de 2018

"The Braganza Mothers" divulga as primeiras imagens do escândalo da semana, o prédio do sexo, que alberga mais de 300 prostitutas

[ Read More ]