segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Voto contra a deslocação de Aníbal de Boliqueime, para ir vexar Portugal, no funeral de Nelson Mandela, representou posição de elevada coerência, por parte do PCP e do BE, abrindo um precedente na história da democracia nacional, onde, pela primeira vez, um Presidente da República só vai representar-se a si mesmo e ao seu magro eleitorado

One Response so far.

  1. Em Portugal, há forças que precisam de Cavaco para subsistir, senão, já tinham desaparecido. São os filhos e os netos dos que também precisaram de Salazar, para ter "razão de combate". Todos os dias se aprende um pouco...

 
 

Blogger news

Blog Archive