domingo, 9 de março de 2014

prunus persica

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Trocou a verticalidade por uma ligeira inclinação, nem ele sabia porquê. Um vento norte, um gato gordo ali na ponta de um ramo e ele vergou talvez.
Não se importaram os rebentos de flor, as folhas enroladas como papiros, um dia pêssegos de pele macia, peludos, sumarentos, doces. 
E nunca as aves voaram tão rente, quarenta e cinco graus sem respirar.
 
 

Blogger news

Blog Archive