sábado, 7 de junho de 2014

A rendilheira do Regime, Joana Vasconcelos, entra em plena maratona com os Silvas, para ver se os bate no ridículo. Por mim, vai um ex-aequo :-)

9 Responses so far.

  1. Este é um dos rostos, das formas, da promiscuidade, da mediocridade, do ridículo, da impunidade e da agressão cívica e cultural a que chegámos num dos mais antigos estados nação da Europa. Compete a nós, intelectuais, denunciá-lo diária e impiedosamente

  2. Gorda, estúpida e porca

  3. O país dos ignorantes, dos ajoelhados de Fátima, do coirato dos atrasados mentais do Futebol, desta bordadeira, dos livros do Sousa Tavares, enfim, uma coisa que não acaba mas está a acabar connosco

  4. Não há quem agarre numa moca e acabe com esta merda, foda-se!!!

  5. Só lhe falta trazer ao peito um colar com o novo "inédito" do Saramago, o produtor de bostas post-mortem

  6. Esta andava a empurrar carrinhos de supermercado, e depois continuou, a custar fortunas ao país. A gente paga, e agradece

  7. A bordadeira podia ter ido desmaiar com o patrão dela, na Guarda. Com o peso que tem abria uma cratera no palanquim, um sinal dos céus, da retoma e do "pügrèsso" :-)

 
 

Blogger news

Blog Archive