segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Em plena crise de dissolução da identidade nacional, durante o período terminal do declínio neurológico de Aníbal de Boliqueime, Isabel dos Santos levanta o braço, e diz, "alto, temos de ajudar este pobre Portugal a proteger as suas fronteiras estratégicas, e nós, povo irmão, vamos dar-lhes, neste período de angústia e agonia, uma mão, para evitar que a PT saia da voz da Lusofonia". Obrigado, ñha irmã

 
 

Blogger news

Blog Archive