quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

TAP: Aníbal de Boliqueime acha não ser a altura oportuna para falar da Requisição Militar que se seguirá à desobediência civil do pessoal de bordo, mas espera que o estado de sítio não prejudique o Presépio de Belém da sua boca da servidão, Maria da Silva

One Response so far.

  1. O Acamado de Belém nem percebe o que está a acontecer

 
 

Blogger news

Blog Archive