quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Angela Merkel não considera relevante que Lagarde tenha começado a abrir as pernas a Varoufakis, e relembra os seus tempos de porteira da Alemanha de Leste, em que integrava as Juventudes dos Amanhãs que Cantam, e se praticava a posição do seminarista com operários, estudantes e camponeses de fracos recursos, e relembra que, na idade dela, prefere o Schäuble, entrevado, mas com um língua ávida, servil e eficaz, como a dos gatos turcos

 
 

Blogger news

Blog Archive