domingo, 22 de fevereiro de 2015

cosmos

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

cosmos é uma flor viajante


Dá-me confiança saber que tenho um cosmos a crescer ali numa floreira pintada de amarelo sol. Dizem que é uma flor composta e eu esforço-me para não a descompor com esquecimento de regas e de conversas em surdina para a fazer espigar. Já confessei uma vez que não sou dedicada às plantas, esqueço-me delas, habituo-me ao seu silêncio de pétalas e não o quebro. Desejo que se multipliquem mas não gosto de as cortar e colocar numa jarra. Não existe pássaro, nem abelha, nem borboleta, que reconheça um objeto de vidro ou de cerâmica como um ser atraente.
Mas possuir o universo com um pé na terra tem-me posto a cabeça a girar e deu-me ganas de comprar um casaco com lapela e levá-la a passear com vaso e tudo. 

3 Responses so far.

  1. Todos os domingos são felizes, e mais felizes se tornarão com a chegada da primavera, e uma flor é uma flor, uma flor, como não disse a Gertrude Stein,
    mas está semeado no fim de semana de felicidade deste blogue: creio que a mesma flor que o artista de Alexandria. há 2000 anos, fixou no seu vidro terá sido esse mesmo cosmos que também a Manuela viu, e fixou para a Eternidade.

    Não sei se parece um conto de Borges, mas poderia ser.

    Para nós... já é :-)

  2. .

    .

    . deixo um abraço . grato . do lado de cá do mundo . do lado bom e e.terno . :) .

    .

    .

 
 

Blogger news

Blog Archive