terça-feira, 20 de outubro de 2015

Dona Adelaide, analfabeta, geria fortunas e despachava milhões. Às vezes, ainda conseguia fazer os dez por cento para as Testemunhas de Jeová, mas quando os "robalos", as "fotocópias" e os "livros" apertavam, sentia-se "muito baralhada", e, primeiro, ainda telefonava à sua Fernanda (Câncio), que ao princípio ainda lhe dizia para fazer como os irlandeses e arredondar tudo aos cinco milhões de euros, mas ultimamente ficou tudo muito, muito, desarrumado, nem ela, nem a Fava, nem a "condessa" do pau grosso lhe atendem o telefone, e aparece sempre a mensagem a dizer "o número para que ligou não se encontra atribuído". Só lhe apetece é chorar, dor de uma mãe que chora... :-\

 
 

Blogger news

Blog Archive