domingo, 25 de outubro de 2015

Transcrições das escutas da "Operação Marquês" - "Se esta merda entornar, eu sou capaz de pôr o Rui Pedro Soares a pagar-me a candidatura às Presidenciais..."



Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas


Imagem do Kaos




Do CD 22, da série "collector's prize" do procurador Rosário Teixeira

(1 da manhã, toca o telefone Louis XVI, na Avenue du Président Wilson)


C.S.S. - Mano, desculpa a hora...

Zé - Tá-se bem, não há espiga, a hora mudou. Já tens os bilhetes?

C.S.S. - Tá tudo organizado, deixa cá confirmar... Formentera... O carro está alugado, e já encomendei o serviço das refeições ao hotel, é só mesmo para descansar, para virarmos as costas a esta merda toda, fogo, a Inês anda doida por uma folga...

Zé - ... e vamos ter uma folga, pá... (risos) Mais uma... (risos) mas, olha lá, está tudo como combinado?...

C.S.S - ... tudo como combinado, só nós quatro, tudo incluído, Migjorn só para aqui, para o pessoal...e vamos a partir de Madrid, e não de Lisboa, para evitar que os cabrões dos paparazii venham atrás. Até lá, cada um safa-se por si. Depois, é tudo ao molho, e fé em deus. Até já troquei as horas, e está tudo registado como "trabalho", e os nomes são os do costume, nada de coisas que os gajos bifem. Ficou a Inês, a Madame "S." e tu vais como Engenheiro Roldão. Ainda estive para te registar com o nome do Mão de Ferro, mas é melhor não dar abébias ao pessoal, esses gajos, c'um caralho, parece que farejam a desgraça!...

Zé - Pá, eu só quero é saltar daqui para ver o mar, saltar para curtir uma bruta folga... Mais uma (risos). Por que eu, depois..., depois, eu quero mesmo começar a estudar a sério...

C.S.S - Estudar, ou "livros"?... (risos)

Zé - ... As duas, pá, as duas (risos) já sabes que uma não vai sem a outra... (risos) Aliás (risos) nem podia... (risos) Estudar sem "livros" é para os pobres (risos) e para o Relvas!... (risos)

C.S.S - ... e (risos) ... para os Gajos da Função Pública (risos) ... Nós somos privados, e tu és do Ministério, ou já foste, de vários ministérios, pá, e já deste muito ao litro para os cabrões deste país, um gajo agora quer é descanso, sopas e descanso... (pausa) Olha, 'pera aí que eu tenho o 'Berry a tocar... (pausa) É o Rui, está a perguntar se precisas de alguma coisa...

Zé - Pá, desse... (risos) pá, desse... só mesmo se forem fotocópias (risos) As fotocópias desse gajo são as melhores do país e... e... de Formentera... (risos)

C.S.S - ... e de Paris, pá (risos) e de Londres, e o caraças!... (risos)

Zé - ... do mundo inteiro, sim, caraças, e... Caracas... esse toino tem cá uma escola, vê-se bem que é um Soares de gema (risos) Se eu tivesse um tio daqueles também era uma grande puta (risos)

C.S.S - ... e não és, pá?... (risos) não me digas que deixaste de ser uma grande puta... (risos) Olha lá, tu já te olhaste ao espelho, Zé?... Tu já viste que consegues ser pior do que as gajas todas que te andam a chular?... (risos) Zé, tu és um sacana do caralho, pá, mas a verdade é que ele ainda consegue ser melhor no papel dele... (risos), os cabrões lá do Parlamento, a quererem que ele "fala-se" de robalos e o gajo, o tempo todo, só falou do "padrinho"... (risos) Grande cabrão, acho que eles nem perceberam que o gajo os estava a rebaixar (risos). Aquilo é uma grande família, todos juntos, muito unidos, para onde vai um vão sempre todos. O velho, então, fogo, não larga um gajo e acho que é daqueles que é fiel até à morte... bem, à morte não digo, mas acho que é fiel até à prisão (risos) sim, é... Uma grande família, mano, até melhor do que a tua, pá (risos), e a olha que a tua já é muito p'á frente, pá, muito p'à frente... (risos)

Zé - Tu também andas agora com inveja da minha mãe, fogo?... Olha que a gaja até o "je" surpreendeu..., nunca pensei que a velhota fosse tão boa em contas de cabeça...

C.S.S - A velha faz contas de cabeça?... pensei que fossem só contas de sumir (risos)

Zé - De sumir, não, pá, de se orientar, e manter a vidinha dela... e a nossa, meu... dá muito jeito quando ela despeja uns números na conta, assim, muito low profile, muito doméstica, como convém, pensar que um gajo agora anda muito mais folgado do que quando eram aquelas cenas de andar a fingir governo, pá, nunca falamos disso, mas aquela cena desgasta para caralho..., 24 sobre 24 horas, a fazer teatro, a mentir...

C.S.S - ... a mentir e com os cabrões dos jornalistas sempre atrás, um gajo não pode dar um peido que tem logo a Tânia Laranjo, o Carlos Diogo Santos e a cabrona da Cabrita em cima, (cospe) mas eu já estou como tu, eu agora quero é que eles se fodam, por isso é que eu fui para a privada, golpes só na privada, o Estado só serve para aparar quando correr mal, mas tu agora também está de palma, numa boa, tudo calminho tá-se bem, esquecer essa merda toda, agora é cagar e andar, e vamos embora, e vamos ter uma bruta folga... (risos) Fromentera, here we are!!!... (risos)

Zé - ... Isso, Fromentera, descanso, e depois estudos... Mas a gente nem fala muito disso, mas faz-me um bocado falta aquela adrenalina dos golpes, um dia destes faço-me outra vez ao palco...

C.S.S - Para a Política outra vez?... Deixa-te disso, chavalo!... Caga nisso, mano, a Política só interessa aos Políticos, tu agora estás bem, foste lá ganhar o teu, fizeste bem, fizeste como os outros, agora já tens o teu, estás bem, aproveita para curtir, deixa lá os gajos afundarem o resto desta merda. Não precisas daquilo para nada, não és como o Portas, o gajo é que precisa daquilo, já sabe que no dia em que vier para fora, vai de cana, tu não és como o Portas, tu és um gajo honesto, ninguém te pode apontar nada...

Zé - Honesto?... (risos)

C.S.S - Pá, honesto, é uma forma de dizer, mas tu não és o estilo de gajo que alguma vez fosse dentro, tu és um gajo que consegues dar sempre a volta, é ou não é verdade?... Por isso é que eu tenho muito orgulho em ti, mano, já sabes que comigo contas para o quiseres, para a Política não digo, mas podias apontar para uma coisa mais calminha, assim, no privado, como eu. Já fizeste a cena das energias alternativas, aquilo é um buraco do caralho, mas os gajos pensam que estão nas ecologias, e o pessoal, por trás, os testes todos falsificados, a faturar a dobrar, o Mexia já mexia nessas merdas no tempo do Cavaco, e encheu-se, ou não encheu?... Os plutónios também já não digo, por que essa merda queima, e pode queimar muito... e também andar em jogos com os iranianos... bom, isto até nem é conversa para telemóveis, que nunca se sabe se estão a ouvir, mas há aí umas cenas que o Amado uma vez me passou, do H.A.R.R.P., ou lá que merda é essa...

Zé- H.A.R.R.P.?... que é essa cena?...

C.S.S. - Não sei, mas acho que tem a ver com tempestades atmosféricas, tipo, um gajo altera o clima e aquilo começa a matar gajos... Uma cena bué grande e bué secreta. O pessoal de Caracas e de Bogotá deve saber dessas merdas, se quiseres, eu telefono, ou falas tu com o Amaro ou o Seixas da Costa, mas agora só depois de virmos, tá?... Mas agora, política, política, não estou a ver, a não ser que chutes para cima, pá, não sei,... tipo, já que estás numa de regresso, sei lá, ministérios já fizeste, também já deste a tua para governos, uns melhores que os outros, também não convém exagerar, da última vez, ficaram alguns rabos de fora, mas acima disso, pá, não sei, isto é um "supônhamos", podias fazer como o outro, do Alzheimer, o corcunda de Belém... sei lá, José Sócrates, candidato presidencial, hein?... que tal, levares os teus dotes e direitos políticos até bem alto... enfim, bem alto, nesta choldra?...

Zé - Não 'tá mal visto. Precisava é que pagassem uma cena dessas...

C.S.S - Pá, pagar, não sei, mas o Rui de certeza que, se falar com a família, te arranjam fotocópias, havia de ser uma cena do caralho, tu a concorreres contra, sei lá, não sei quem é que os gajos vão empurrar desta vez, o Marcelo não é, de certeza, que esse, se perceber que não ganha logo, atrapalha-se, e se não ganha logo, perde logo... Mas fazia-te bem uma cena dessas, com pose de estado à henrique santana..., o Senhor Presidente da República, José Sócrates Pinto de Sousa, parece que estou a ver... E já viste, os gajos do "Expresso" a fazerem-te o boneco e a manipularem as sondagens, e a entrevistarem-te, e tu a falares de cima (risos)

Zé - O "Expresso" não sei, mas eu ainda tenho umas cenas a ajustar com os gajos do "Sol"... Acho que precisava de lhes dar um bruto entalão... Uma daquelas feias, que ficam para o resto da vida..

C.S.S - Isso, estilo, tipo, método, sei lá, Rui Pedro Soares..., mão de ferro, Pinto da Costa: esse, para ganhar os jogos que não compra ameaça os gajos no balneário, se não ganhas, ponha a tua filha nas mãos dos McCann, foda-se, e a tua gaja numa casa de alterna, a dar serventia aos angolanos, fogo, isso não..., os gajos acagaçam-se logo, e ganham tudo. Ganham, ou não ganham?...

Zé - Sim, ganham, mas com os jornalistas é pior, um gajo tem de telefonar muitas vezes a ameaçar e há uns que não prestam mesmo, aquele cabrão do Saraiva foi levado pela reinserção social para uma cave, mas mesmo assim não aprendeu nada. Pá, esse está cá atravessado, e não perde pela demora, pá, juro-te, nem que seja a última coisa que eu faço na vida... E os badochas do "Correio da Manhã", pá, esses até os engolia vida, filhos da puta!...

C.S.S - Mano, está a ficar bué tarde. Vais fazer o quê?... Eu ainda vou enfardar uma sandocha...

Zé - Sandocha?... A esta hora uma sandocha não me mata a fome. Acho que vou antes nuns robalos...

C.S.S - Robalos?... (risos) Robalos simples?... (risos)

Zé - Simples, não, pá, robalos à minha maneira: robalos à moda dos livros (risos)



(Quarteto das belas providências acauteladas, ai, que desprezível que eu sou e ainda me publicam as fotos de vibrador todo enterrado nas bordas!..., no "Arrebenta-SOL", no "Democracia em Portugal", no "Klandestino" e em "The Braganza Mothers")

 
 

Blogger news

Blog Archive