quarta-feira, 19 de abril de 2017

Diário da Moab - “O postigo: um quadrado de onde se via o céu, o azul, o azul do lá fora, todo o azul, o azul da vida”, e, com tanta poesia, em vez de se dedicar aos livros, fez um pequeno esforço e pôs-nos a papar o Cavaco mais dez anos, quando já toda a gente o dava como extinto. Parabéns, Manuel Alegre, pelo teu novo postigo: um quadrado de onde não se via o céu, nem o azul, só o Cavaco lá de fora, todo o Cavaco, o Cavaco da vida inteira... :-\

 
 

Blogger news

Blog Archive