quinta-feira, 3 de julho de 2014

Sophia de Mello Breyner já repousa no Panteão Nacional, transportando consigo um terrível segredo, que se estendeu dos "Ballet Rose" aos "Ballet Bleu". A seguir virá Eusébio, com os mesmos terríveis segredos

One Response so far.

  1. Fica a Poesia, que, como ela própria escreveu, não seria possível sem esses inconfessáveis infernos.

    Isso confunde-se com a História do Homem, sobretudo com a história do artista.

    Longa vida, pois, à Poetisa

 
 

Blogger news

Blog Archive