quinta-feira, 28 de maio de 2015

Correio da Lola - "Querida Lola, o meu pai mudou de sexo, e agora acho que tenho mesmo duas mães..."


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas




Querida Lola:

O meu pai era um machão. A minha mãe sofreu horrores, por causa das mulheres que ele tinha, e teve, e foi tendo, e só conseguiu estabilizá-lo através do estômago, fazendo-o engordar 20 quilos, e então elas deixaram de ver nele um macho latino, e passaram a ver a Porca de Murça, cerdas e tudo incluído... No fundo, até estavamos a viver agora com alguma calma, quando, suddenly last summer, ele entrou pela porta dentro, e disse que tinha uma coisa para nos comunicar. Pensamos que fosse alguma prenda, mas não era, tirou o barrete, e soltou uma longa cabeleira loura; abriu a camisa e pôs um valente par de mamas, em crescimento, em cima da terrina das cerejas. Disse que queria ser operado, mas só fisicamente, já que o seu hemisfério de macho não estava afetado, e agora ia arranjar uma mulher decente, para poder viver com ela lesbianamente. Que acha que faça: mato-me depressa, ou mato-me devagar?

Maria da Assunção Gaiato


Querida São:

Sabe que este meu correio da Internet tem sido uma escola da vida: para além de me ensinar a viver intensamente os problemas das pessoas, também me ensina que o Mundo é um problema intenso que cada vez vai tendo menos pessoas e mais problemas. Posso dizer que o seu email me trouxe um pouco mais de luz sobre o mundo, por que nunca tinha ouvido falar de um caso como o seu. Aposto que o seu pai era um machão peludo, daqueles que se passa a mão pelo peito e se tem de ir pôr um pouco de creme, para não ficar tudo assado. O horror que vai ser ter de depilar esse pelo todo... Já me parece estar a vê-lo, de cu para o ar, numa marquesa, a levar choques daquelas coisas roxas de laser, que tanto matam o pelo como as moscas à porta do talho... Deixe-me que lhe diga que, com este meu nariz sensível de traveca, o problema nem vai ser tanto visual, mas mais de odores: depilar um Neanderthal tem o mesmo cheiro daqueles viveiros de galinhas nos quais caiu um raio e arderam por completo. A sua pena são os pelos que ele vai perder, mas a minha dor é o cheiro a pena dessa queimada. Houve um verão em que a Austrália acabou toda assim..., seja positiva, e pense que é melhor ver o seu pai a arder do que bandos de coalas órfãos a fugir das matas de eucaliptos. Mas, minha querida, deixe que lhe diga que percebo todo o seu sofrimento: ter um Don Giovanni, em casa, a cheirar a cavalo, e, de repente, ele inchar, vir com a pele do leitão depois de passada pelas brasas, rosadinho, cheio de hormonas, e, brevemente, com uma neovagina talhada pela nossa querida amiga Emília, em Santa Maria. Só espero que ele não entre em casa a dançar, de tutu, como os hipopótamos, de Walt Disney, senão, isso vai ser uma versão séc. XXI, da "Fantasia". Nisto tudo, só há um pequeno problema, por que, como sabe, o meu setor é o aconselhamento do homem masculino que tem problemas de necessidade de outra masculinidade. No seu caso, querida, está-me a contar a contar a verdadeira história da mulher lesbiana, prima da mulher bichona: no seu pai, o corpo nunca condisse com a alma, e, pior, a líbido andava desgraçadamente à solta, como quando se parte a suspensão, e os porcos caem todos no meio da autoestrada... Penso que, pior do que ter um pai transsexual é ter de contar às suas amigas que tem um pai fufa... Já imaginou que elas até podem ter medo de ir lá lanchar a casa?... De estarem a tomar um chá da Manuela BaPtista, cheio de menta, e a cheirar a gerânios pela casa fora, e toda a gente a pensar que se vai levantar uma brisa musical, e, de repente, o seu pai, já transformado, salta de cima do guarda vestidos e diz "surprise!...", levanta a saia e avança para as suas amigas, com um tosão negro -- já que acho que ele deve deixar intacto aquele mato grosso que lhe ia até ao pescoço... -- e lhes pergunta "posso esfregar-me em vocês todas?..." Virgem Maria, já imagino o escândalo que isso vai ser no prédio, com toda a gente a fugir pelas janelas, a chegarem a casa a ofegar, e os pais a perguntar, que foi, meu amor, e elas a responderem, foi o pai da São, que afinal não é pai, mas mãe, que nos queria violar!... Meu deus, coisa pecaminosa, isso é uma imagem do altar do diabo, faz lembrar o último "Dança com as Estrelas", em que a Teresa Guilherme foi convidada, e se lançou imediatamente nos braços do bailarino mais novo. Também foi Walt Disney, mas mais soft. Eu sei que lhe vai parecer um pequeno desvio, mas às vezes também gosto de desabafar um pouco: há anos que a Teresinha confessa que gosta de homens mais novos..., o problema é que, com o passar dos anos, ela vai ter de corrigir nas entrevistas "mais novos" por "muito mais novos", ou "muitíssimo mais novos", ou "escandalosamente mais novos", até aquilo se parecer com a distância que separa o Sol de Plutão. No fundo, parece a história da minha vida, em que comecei a satisfazer os pais, e agora, de quando em vez, já me aparecem os filhos a pedir a mesma dose dos pais. Com o aumento da idade da reforma, e as permanentes obras de manutenção da minha esquina da Rodrigues Sampaio, um dia destes ainda acabo a fazer os netos, depois de ter comido os pais, e manchado a cuequinha dos avôs.. Creio que é isto que é o Tempo, embora eu ache que é a genética a manifestar-se em toda a sua promiscuidade. Uma coisa me distingue, porém, da Teresa Guilherme, é que eu não sou como ela, que parece que lhe faltam umas vértebras. Ela parece um Violino de Ingres ao contrário, mas eu, graças à santa, sou perfeitinha, em toda a minha deformidade estrutural... Olhe, penso que já me estiquei, e vou voltar ao seu problema. Acho bem que o seu pai faça a sua operação radical, para se sentir bem no seu corpo, já que nós, direta ou indiretamente, pagamos isso tudo pela ADSE, e que ele se encha de hormonas, para aumentar o deficit da balança comercial, já que essa porcaria vem toda da China. Também acho bem que organize chás de fufas e faça reuniões de tupperwares, para discutirem quem é mais mulher, a que o Intelligent Design fabricou, ou a que saiu da mesa de 12 horas de cirurgia de Coimbra. E até lhe vou dizer mais: já que o seu pai tem essa mente tão aberta, tão século vinte e dois, não quero ser Cassandra, mas está-me a cheirar que ele se vai cansar dessa mulher que já seduziu como fufa, e vai querer mas é voltar à sua mãe, e desejar reconquistá-la enquanto fêmea. Com um pouco de sorte, ou azar, a sua vidinha ainda se pode complicar, já que, depois de ter sido forçada a ter duas mães, ainda acaba a ter duas mães lesbianas, o que é demais para um pobre coraçãozinho frágil, como o seu, eu sei... E, como é quase verão, ainda lhe vou dar mais um pequenino carinho: imagine que o seu pai, para além de galã de fêmeas, sempre teve um secreto desejo incestuoso, e anda morto por enfiar a linguinha na boquita da servidão da sua filhota?... Esta é má, não é, querida, mas como já nada nos espanta, também não nos devemos espantar com tudo o que nos possa acontecer. Pior do que isso será mesmo o seu pai, em forma de mãe, a abocanhá-la, enquanto a menina, já sem saber o que fazer, se agarra ao que tem à mão, se aproxima do crucifixo, para... para... para aviar um valente broche ao martirizado, como a outra tarada!... E, realmente, agora já só falta mesmo o final finalizante, o conselho da amiga traveca do seu coração: não se mate depressa, vá saboreando toda essa odisseia em que se tornou a sua vida, e mate-se devagar, como aquela livraria, onde as pessoas adormecem, todas encostadas umas às outras, a folhear o Louco Antunes. Kisses desta toda sua para o que quiser.


4 Responses so far.

  1. Isto era para rir se não fosse verdade, e é para rir, por que é verdade :-)=

  2. Transparent

    mãe uma, é um mito, assim como o mito da boa mãe


    e não pergunto nada :))

  3. É mesmo melhor não perguntar nada, Manelinha, por que está toda a gente entre o não acho o que dizer e o rir.
    O assunto é sério, e faz parte da demência do Ocidente.

    Antes a Jacintinha, que se coiffe toujours de la même façon :-)

  4. Senhora de Mota Amaral é virgem de mulheres :-)

 
 

Blogger news

Blog Archive