terça-feira, 1 de agosto de 2017

Diário do fim da Geringonça - Com os camones da Easyjet e da Ryanair, cegos, e todos iguais, Lisboa encheu-se de "Made in Correeiros", os restaurantes de assalto, onde os preços não vêm na ementa, mas só aparecem no fim, nas centenas de euros da fatura, e quando a passam. A loura burra pensava que dava direito a mamar no garçon monhé, mas não dá, e quem mama é o patrão, na sacoleta dela. Bem feita, vaca, não sejas sueca e estúpida: começa a visitar cidades civilizadas

Leave a Reply

Venho, enquanto adulto, exercer aqui o meu direito de cidadania, e participar no espírito construtivo deste espaço, que é o de tornar melhor a vida dos cidadãos da Aldeia Global. Penso, logo, participo

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

 
 

Blogger news

Blog Archive