segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Portugal, que importa quase tudo o que come, aumenta 11% as exportações daquilo que os outros comem. Como estas contas não batem certo, deve haver, como sempre, alguém a comer, e bem, pelo meio

Leave a Reply

Venho, enquanto adulto, exercer aqui o meu direito de cidadania, e participar no espírito construtivo deste espaço, que é o de tornar melhor a vida dos cidadãos da Aldeia Global. Penso, logo, participo

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

 
 

Blogger news

Blog Archive