sexta-feira, 11 de julho de 2014

Vítor Bento garante que no seu "business" nunca há interferências partidárias, e que apenas obedece às sombras pardas do seu "mestre" (?), Aníbal de Boliqueime, nos raros intervalos entre as crises vagais, que São Balaguer o acompanhará a levar até ao fim, que não deve estar muito longe...

 
 

Blogger news

Blog Archive