domingo, 6 de novembro de 2016

os ausentes

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

O primeiro frio de novembro ainda as aves marulham nos ramos. Entardecer é isto assim simples de contar, o crescente no céu vermelho e cinza, os morcegos a hibernar, aquele voltear cego na luz do candeeiro de rua, por ora não até chegar de novo a primavera.
 
 

Blogger news

Blog Archive