domingo, 4 de outubro de 2015

não sei porque é que acordaram cedo e bateram com a porta

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Tenho quase a certeza que não é domingo. O despertador tocou, as torradas queimaram-se, não me encheram a tigela de água, pisaram-me a cauda, saíram e bateram com a porta.
Não me importei, este é o meu território. Com uma patada derrubo o frasco das bolachas, enrolo os tapetes em grandes corridas e antes de me enroscar, afio as unhas no sofá da sala.
Pensaram que hoje ia ser um dia diferente? E eu é que sou gato.


5 Responses so far.

  1. ki.ti says:

    Venho, enquanto felino, exercer aqui o meu direito à indignação


    este Silvestre não é de fiar...

  2. Kika says:

    Kriu?

    Gatos.cor.de.ratos e gatas.cor.de.vacas e eu fico com vertigens ao vê-los esticar as patas!

    Kriu!

  3. says:

    O Silvestre faz-nos lembrar a xana da Jacintinha em plenos anos vinte em que era tudo a preto, cinza e quase branco...

  4. .

    .

    . ki.ti,,, .

    .

    . foram todos votar ... . porque mais lá para a tarde vem o vento forte e a laca já não é como era noutros tempos . e acho que também terão ouvido dizer que esta é a última vez em que o voto é livre de impostos .

    .

    . eu também já votei e desta vez "bloquei" . e olha que ao votar no penúltimo do boletim deu.me prazer e gostei . :) .

    .

    .

  5. Depois da sexta e do sábado que tive, estou com a urna toda arrombada, apanhei com os votos todos dos círculos fora da Europa, naquelas terras quentes onde o boletim é grande e os partidos grossos, onde se começa a votar pela noite e os abutres mergulham sobre as carcaças acamadas, portavam-se de tal maneira que pareciam do Partidos dos Animais, uns por cima dos outros, creio que se chama canibalismo, no estado em que eu estou, já nem se pode dizer que vêm à carne, é mais de chupar os ossos, quisera eu ter nascido sem fenda, mas deus marcou no meu corpo a vereda do martírio, eles sabem lá o que é a osteoporose, que ter três, ou mais, por cima, pode fazer com que eu perca os suportes e passe a ser um empadão beatificado, sabem lá eles o quanto ando a sofrer há cem anos, quando estiver toda desfeita vou ficar como uma boneca insuflável,
    Dona Arminda,
    faça-me o favor de me empurrar esta cama, a ver se chegamos lá antes da noite, às sete já começa o poente, depois é só a noite a cair, podem-me deixar na esquina do costume, lá virá mais uma ou várias sondagens à boca da urna, se isto não é democracia, então o que é?

    Bem hajam

 
 

Blogger news

Blog Archive