sexta-feira, 1 de julho de 2016

Diário do Marcelo - Diogo Gaspar e o gajo que andava a comer o Diogo Gaspar em cima das vitrinas do Museu da Presidência (O "Correio da Manhã" chama-lhe "Namorado", mas a nós parece-nos que é mais uma história de pau grande e grosso do que de namoros, mas nós somos nós, não é?...) estão ligados a seis crimes em Belém, e só não há mais crimes em Belém por que, enquanto o "Namorado" do Diogo Gaspar o andava a encavar em cima das vitrinas do Museu de Belém e a desviar os móveis D. Maria e D. José do Palácio da Cidadela, o sétimo crime até teve tempo de se reformar, e com reforma(s) por inteiro, e dar o fora sem ser caçado. E, se isto não é Portugal, então, onde é que está Portugal?... :-)

3 Responses so far.

  1. Lá vai o célebre lobby das passivas das antiguidades de Cascais e Feira da Ladra ser atingido :-))

    Coitadas...

  2. Mas a gente conhece bem o Diogo, e o Diogo vai-se portar como uma senhora, e vai negar tudo, e é mentira de que andava pelos bares do Príncipe Real a tratar da venda das cómodas, e no fundo quem vai ficar mal é o "Correio da Manhã".

    Deixem-nas trabalhar :-))))

  3. "Ele comprou certos bens que tinham sido dados para abate na Presidência da República, não tinham interesse nenhum para a Presidência da República. Foram vendidos
    a um senhor
    e depois Diogo Gaspar comprou a esse senhor”

    Ai, que caralho tão grande e grosso que tinha esse...
    "senhor" :-)))

 
 

Blogger news

Blog Archive